Clique nas imagens para ver em tamanho real.
MD 1000 rebocada a Trator

VÍDEO DE FUNCIONAMENTO:

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

Acionamento

A energia de propulsão da MD 1000 é fornecida pelo reboque a qualquer trator que possua potência acima de 60 C.V. e que tenha tomada de força (TDF).

*Opcional: acionamento por motor diesel ou motor elétrico, apenas feito sob encomenda.

Transmissão

A tomada de força do trator movimenta as bombas dosadoras de água e emulsão, correia transportadora de agregados e o misturador (Pug Mill), através do conjunto de transmissão.

O conjunto da transmissão compõe-se de cardans, caixas de velocidade, engrenagens de aço, correntes, polias, correias em “V” e semi-eixo.

Todos mecanismos de transmissão possuem dispositivos esticadores de correntes e correias.

Rodas

Cubos de Roda do F600 com rolamentos de Rolos Cônicos e montados com quatro rodas.

Os pneus indicados são 9.00 x 20 x 12 lonas.

Chassi

Fabricado em perfis tipo “U” de aço que depois de soldados formam uma estrutura de grande resistência que são o quadro e a lança.

Na lança se aloja o engate pelo qual o trator reboca a máquina.

Correia Transportadora

Trabalha em cima de roletes e tubos com rolamentos, que proporcionam ótimo funcionamento na alimentação dos agregados para o misturador.

A correia transportadora conduz os agregados e Filler separadamente, facilitando a visão do operador na dosagem dos produtos. O silo de Filler é opcional.

Possui também um dispositivo que permite ativá-la ou desativá-la mecanicamente através de uma alavanca comandada pelo operador.

Misturador (PUG MILL)

Composto por paletas intercambiáveis em sentido helicoidais montado em unico eixo sobre um tubo que faz da lama asfáltica  e do asfalto PMF uma  mistura homogênea formada pelos agregados, emulsão asfáltica e água.

Proporciona alta capacidade de trabalho e a lama produzida é descarregada através de duas calhas à caixa distribuidora, oferecendo assim uma operação contínua, sem que haja segregação.

Possue também uma tampa móvel que permite ao operador dosar o material de maneira conveniente à caixa distribuidora.

Equipado com fundo do cocho removível para troca.

Caixa Distribuidora

Composta por dois compartimentos sendo regulável com abertura de 2,20 m até 4,0 m na faixa de trabalho.

Possue engate  e desengate com chassi da máquina através de dois barramentos simplificados que permitem realizar esta operação instantaneamente.

O levante da caixa para efeito de transporte é realizado através de cabos de aços e roldanas.

Contém ainda sapatas dotadas de regulagens que permitem controlar a espessura da lama.

Dois homens trabalham em plataformas removíveis, sendo um de cada lado da caixa, que munidos de rodos de borracha possuem a função de uniformizar a distribuição da lama asfáltica dentro da caixa.

Caneta Espargidora

Permite realizar pinturas de ligação localizadas e corrigir defeitos na superfície. Composto de bico de aço e mangueira com 6,5m de comprimento.

É versátil, pois pode operar também com a água e tem como objetivo principal umedecer a superfície a ser recuperada, bem como pode efetuar uma lavagem nos componentes da máquina.

Barra de Irrigação (Opcional)

Consiste de um tubo com 4m de comprimento provido de furos e está localizado na posição dianteira do chassi e tem o objetivo de umedecer a superfície antes da distribuição da lama asfáltica. A abertura ou o fechamento da vazão de água é realizada pelo operador através da alavanca.

Lubrificação

Todos mancais e elementos de transmissão possuem bicos de graxeira que proporcionam ótima lubrificação.

Comandos

Contém 6 alavancas com as seguintes funções:

1-     Controlar a dosagem dos agregados.
2-     Ativar ou desativar a correia transportadora
3-     Controlar a descarga da lama asfáltica do misturador (Pug Mill).
4-     Controlar a distribuição da lama nas duas calhas de descarga para a acaixa distribuidora.
5-     Abrir ou fechar o registro que serve o circuito de água no misturador.
6-     Abrir ou fechar o registro que serve o circuito da emulsão no misturador.

A comunicação entre o tratorista e o operador é realizada através de sinais sonoros emitidos por uma buzina acoplada na máquina e ligada ao sistema elétrico do trator.

Circuito da Água

Composto por tubulações de aço galvanizado de 1.1/2” e 1” com registros de esferas e de gaveta, bomba centrífuga, dispositivo de recirculação, limpeza e auto-abastecimento. Através deste circuito pode-se efetuar a limpeza do circuito da emulsão.

Contém um registro graduado que controla a vazão da água para o misturador (Pug Mill).

Circuito da Emulsão

Composto de tubulações em aço galvanizado de 1.1/2” e 1” com registros de gaveta e de esfera, bomba de engrenagens, dispositivo de recirculação, limpeza e auto-abastecimento. O circuito possue uma válvula de alívio e um manômetro que permite controlar a pressão do sistema, refletindo em segurança ao equipamento.

Contém ainda um registro graduado para controlar a vazão da emulsão para o misturador (Pug Mill).

Capacidade de Abastecimento

Silo de Agregados………………………. 3,0 m³
Tanque de Água…………………………. 2,0 m³
Tanque de Emulsão…………………….. 2,0 m³

Dimensões – Rendimento – Rotação

Largura…………………………………. 2,40 m
Altura……………………………………. 2,70 m
Comprimento…………………………. 5,80 m
Largura da faixa de trabalho…….. até 4,0 m

Produção aproximada:

Asfalto pré misturado a frio (PMF) 30 a 40 ton/h

Lama Grossa 650m²/h com espessura de 10mm
Lama Grossa 1000m²/h com espessura de 7mm
Lama Fina 1300m²/h com espessura de 4mm

Rotação na TDF de trator …………………200 rpm

Peso

Peso Vazio……………………….  2.800 kg
Peso Abastecida……………….. 10.800 kg

-